O sistema 3D é bem diferente: um sensor lê a posição de um refletor instalado em cada roda e mostra na tela do computador o desenho tridimensional de partes do veículo e a variação das medidas em relação ao padrão de fábrica

É a colocação de contra-pesos nas regiões mais leves do conjunto roda/pneu/válvula, para que o movimento de rotação não cause vibrações que sejam transmitidas ao volante ou à própria carroceria do veículo.

A média de duração do conjunto da embreagem é de 100 mil a 150 mil quilômetros. Porém, é importante lembrar que a embreagem do veículo que roda mais na cidade do que na estrada tem tendência a ficar mais desgastada devido à troca constante de marchas, levando o pedal da embreagem a trabalhar mais.
A dica é que depois dos 100 mil quilômetros sejam trocados o disco de embreagem, o platô e que analise se há necessidade de substituir o rolamento, evitando desmontar todo o conjunto mais de uma vez, caso o rolamento apresente algum defeito.

O sistema de freios é um dos componentes de segurança mais importantes do carro. Por isso, fazer a manutenção de freios regularmente, além de evitar que possíveis defeitos fiquem mais graves, também é zelar pela sua segurança.
O motorista deve ficar atento a todos os sinais que o veículo dá quando algo está errado com os freios. Porém, ainda mais importante é realizar sempre as manutenções preventivas e evitar que problemas aconteçam.

A montagem dos pneus é o processo de instalação do pneu na roda do veículo. O serviço é feito com ferramentas e métodos apropriados para garantir o perfeito encaixe entre a roda e o pneu, a fim de evitar a perda de pressão.
Pneus de aros maiores podem exigir equipamentos e cuidados especiais, por isso o preço da montagem, na Savelli, varia de acordo com o Aro.

A suspensão é o sistema responsável pela estabilidade do veículo. Seu objetivo é absorver, por meio dos seus componentes, todas as irregularidades do solo. Também é o encarregado de manter as quatro rodas no chão e auxiliar no desempenho do automóvel. Aqui olharemos os itens: Amortecedor, Mola, Pivô, Braço Oscilante e a Barra estabilizadora.

Trocar o óleo é atividade que merece atenção especial na manutenção preventiva, pois o óleo é responsável pela lubrificação e refrigeração das peças internas do motor. A falha neste sistema pode acarretar grande prejuízo, além da pane em todo o sistema.
O lubrificante, com o passar do tempo, acaba perdendo a viscosidade, fator que garante o revestimento das peças do motor. Motor sem lubrificante ou viscosidade baixa significa maior atrito entre as peças, prejudicando a vida útil e o desempenho do motor, aumentando o consumo de combustível.